segunda-feira, 30 de novembro de 2015

DIA DO TEÓLOGO 30 DE NOVEMBRO

Dia 30 de novembro é Dia do Teólogo. Conhecido por ser um estudioso dos livros sagrados ou das religiões. Na raiz da palavra Teologia está o estudo de Deus ou a busca por conhecer mais a Deus e suas revelações. O Teólogo é alguém instruído para lecionar, auxiliar nos ministérios eclesiásticos e promover a paz em ambientes complexos como hospitais, prisões e projetos sociais.


"O bom Teólogo é aquele que consegue traduzir a Palavra de Deus de modo que o povo compreenda"


Resultado de imagem para bíblia aberta OS DEZ MANDAMENTOS DO BOM TEÓLOGO


Todo bom teólogo seguirá e entenderá esses mandamentos à risca.

1. Não tente explicar o inexplicável (Há questões que são para somente crer, não para explicar.);

2. Evite concentrar-se em especulações ou discussões em questões secundárias que não levam ninguém ao céu ou impedem de ir ao inferno (Isso é perda de tempo precioso que poderia estar sendo investido em outras questões edificantes para a Igreja, e mais, muitos por causa dessas discussões teológicas infindáveis perderam amigos e fizeram inimigos.);

3. Aprenda a dizer: "Não Sei". (Se você não sabe, não enrole.);

4. Domine o vocabulário teológico, leia muitos livros teológicos, continue fazendo cursos, se aperfeiçoando, estude, estude, estude;

5. Não esqueça de seu momento com Deus, ore muito, leia e medite na Bíblia;

6. Duvide de suas dúvidas (seja um pesquisador constante, vá atrás, não se contente com as dúvidas);

7. Lembre-se que os motivos que unem os crentes são maiores do que os que os afastam (Enfatize as harmonias, as semelhanças e não os conflitos. Com exceção da apologética cristã que é útil e bíblica e milita contra heresias e seitas pseudo cristãs, não fique a criticar essa ou aquela denominação cristã por que seguem uma linha teológica diferente da sua. Seja sábio, teologia não é pra isso.);

8. Lembre que o teu conhecimento teológico deve servir para levar a salvação aos perdidos e a edificação aos salvos e não para constranger ou humilhar teus irmãos (Você estudou para ser um melhor servo, não para ser senhor da razão. Às vezes, mesmo estando certo, o melhor é ficar calado para em uma oportunidade mais edificante argumentar e até mesmo, abençoar os opositores);

9. Pregue e ensine com fervor e autoridade suas certezas e convicções e jamais as suas dúvidas (quando prega ou ensina uma questão ou tema que não possui convicção ou opinião formada, apenas causa confusão em quem o ouve);

10. Não use a teologia como vaidade ou engrandecimento pessoal, use-a para edificação do Corpo de Cristo (lembre-se que deve servir e não ser servido).
Simples assim.

O bom teólogo entende bem isso. O mau teólogo considera isso um ultraje.

Deus o abençoe e Parabéns a todos os Teólogos pelo seu dia!

No Amor de Cristo, Jesus 

Transcrito: Equipe | Universidade da Bíblia

Rejeição a Lula para 2018 chega a 47%; Marina Silva cresce nas intenções de voto, diz Datafolha

Rejeição a Lula para 2018 chega a 47%; Marina Silva cresce nas intenções de voto, diz Datafolha
O instituto Datafolha publicou uma nova pesquisa de intenção de votos para presidente em 2018, em meio às recentes reviravoltas da Operação Lava-Jato, com a prisão do empresário José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula (PT) e do senador Delcídio do Amaral, também petista.
Como todas as pesquisas de intenção de voto, o levantamento também apurou que 47% dos brasileiros não votariam de forma alguma no ex-presidente Lula, uma altíssima taxa que poderia inviabilizar uma candidatura.
“É uma taxa inferior apenas a atribuída a Ulysses Guimarães (1916-1992) em pesquisas feitas em 1989, quando disputou a Presidência pelo PMDB. Em agosto daquele ano, Ulysses amargou 52% de rejeição, recorde até hoje”, informou o jornalista Ricardo Mendonça, do jornal Folha de S. Paulo.
O principal candidato da oposição, senador Aécio Neves (PSDB), tem 24% de rejeição atualmente. Outros nomes apresentados pela pesquisa contam com rejeição ainda menor: o vice-presidente Michel Temer (PMDB) tem 22% de rejeição, mesma taxa do governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB) e a ex-senadora Marina Silva (Rede Sustentabilidade), com 17%.
Com a baixa rejeição que possui entre o eleitorado, Marina Silva parece ser a principal beneficiada eleitoralmente com a atual crise política, já que as intenções de voto nela cresceram desde a última pesquisa, de 18% para 21%, colocando-a tecnicamente empatada com Lula, que caiu três pontos, de 25% para 22%.
A liderança nas pesquisas continua sendo de Aécio, que embora também tenha perdido pontos – caiu de 35% para 31% – lidera com folga, e hoje seria o favorito a vencer as eleições no segundo turno: se o adversário fosse Lula, venceria por 51% a 32%; se a adversária fosse a evangélica Marina Silva, a vitória seria mais apertada, por apenas um ponto, 42% a 41%.
A pesquisa do Datafolha foi realizada com 3.541 eleitores, em todo o Brasil, entre os dias 25 e 26 de novembro.
Por Tiago Chagas / via gospelmais.com.br

domingo, 29 de novembro de 2015

Senado Federal em pânico: Senador recebe voz de prisão

Rede apresentará pedido de cassação contra Delcídio do Amaral na terça-feira
1. Como foi amplamente noticiado na mídia do país, a data de hoje (25/11/15) entra para a história. O fato que transforma esta data histórica foi a prisão do Senador da República Delcídio do Amaral (PT-MS). A ordem de prisão foi decretada pelo STF e cumprida pela Polícia Federal em Brasília na manhã desta quarta-feira. O Senador era o líder do Governo petista no Senado Federal. Ele é acusado de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato, que segundo a oposição do governo, se aproxima perigosamente de Dilma Rousseff e Luis Inácio Lula da Silva.

2. No caso de prisões em flagrante de parlamentares no exercício do mandato, a Constituição prevê a concordância do Senado para que a prisão seja mantida. Durante todo o dia a cúpula do Senado tentava livrar o Senador Delcídio da prisão. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) chegou anunciar que o voto deveria ser secreto. Porém, em virtude da pressão pública, os senadores decidiram que a votação seria aberta. Os únicos partidos que insistiram pelo voto secreto foram o PT e o PC do B. Fica claro que o interesse destes partidos em manter o voto secreto era o de aproveitar a possibilidade do sigilo para livrar o “companheiro” da prisão. A votação pelo voto aberto foi de 52 a favor e 20 contra. Dos 20 senadores que escolheram votar em segredo, sete são investigados pela Lava JatoCassol, Lira, Lobão e Collor e os petistas Gleisi Hoffmann (PR), Lindbergh Farias (RJ) e Humberto Costa (PE).

3. A estratégia do voto secreto não deu certo, o presidente e a cúpula do Senado tiveram que recuar. Com a votação em aberto a impunidade não prevaleceu. A prisão do Senador Delcídio foi mantida com 59 votos a favor e 13 votos contra. O Senador Humberto Costa (PT-PE), líder petista no Senado, foi notadamente o maior defensor da impunidade. Fez um discurso inflamado e apresentou voto pelo relaxamento da prisão do “companheiro” Delcídio. O voto do petista atendia orientações do planalto que está apavorado. O Senador Jader Barbalho (PMDB-PA), que no ano 2000 renunciou o cargo para não ser cassado, também defendeu o voto secreto.

4. Qual seria a verdadeira razão daqueles que votaram pelo voto secreto e pela soltura do Senador que usava o cargo para obstruir a justiça? A resposta é medo. Sim, medo. Estão apavorados com a possibilidade do que vai acontecer daqui para frente. A imunidade parlamentar não poderá mais ser usada descaradamente para cometer crimes contra o erário público. Nove dos treze Senadores que votaram pela absolvição de Delcídio Amaral pertecem ao Partido dos Trabalhadores. Um claro flagrante de corporativismo do maior embuste político deste país. Os outros Senadores que votaram pela impunidade são: Fernando Collor (PT-AL) – presidente que sofreu o impeachment em 1992 – João Souza (PMDB-MA), Roberto Rocha (PSB-MA) e Telmário Mota (PDT-RR).

5. Diante de todos os fatos já apurados pela justiça, o mensalão de Lula, o petrolão de Dilma, os desdobramentos da lava jato e a caixa preta do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento) dentre outros "desmandos" petistas, fica claramente caracterizado que o Brasil vem sendo governado pela corrupção generalizada. Esta constatação foi feita pelo Ministro do STF Gilmar Mendes. O Ministro atribui ao PT a crise que abala o País. “Estamos nesse caos por conta desse método de governança corrupta. Temos hoje como método de governança um modelo cleptocrata”. Contudo, apesar de toda a nossa indignação, estamos agradecidos em contemplar o cumprimento da Palavra de nosso Senhor:
Porquanto não há nada oculto que não venha a ser revelado, e nada escondido que não venha a ser conhecido e trazido à luz.” (Lucas 8.17)

Por Douglas Roberto de Almeida Baptista / via cpadnews

Delcídio interrompeu depoimento à PF após saber de críticas de Lula


Delcídio interrompeu depoimento à PF após saber de críticas de Lula

Segundo relato a que a GloboNews teve acesso, senador se descontrolou

Fonte: G1
Delcídio interrompeu depoimento à PF após saber de críticas de Lula
O líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral (PT-MS), se "descontrolou completamente" ao ser informado que o ex-presidente Lula o havia criticado na tarde desta quinta-feira (26), segundo relatos repassados à GloboNews. A declaração de Lula foi mostrada a Delcídio durante o depoimento do senador para a Polícia Federal (PF) na superintendência da corporação em Brasília, onde o parlamentar está preso.
De acordo com os jornais "Folha de S. Paulo" e "Estado de S. Paulo", Lula havia afirmado, em almoço na sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT), que o senador fez uma "coisa de imbecil", em referências às acusações de que Delcídio estava atrapalhando os trabalhos da Operação Lava Jato.
Segundo os jornais, Lula se disse perplexo com a "grande burrada" cometida por Delcídio. O Instituto Lula negou via assessoria de imprensa que o ex-presidente tenha dado as declarações.
No relato passado à GloboNews, assim que mostraram as declarações de Lula, Delcídio se "descontrolou completamente" e o advogado do senador teve que interferir, o que suspendeu o depoimento.
De acordo com relatos, por esse motivo, Delcídio não chegou a ser questionado sobre o trecho da gravação telefônica em que sugere para o filho de Nestor Cerveró uma fuga do  ex-diretor da Petrobras para a Espanha via Paraguai. A gravação serviu de base para a Procuradoria-Geral da República pedir a prisão do senador.
Procurado pelo G1, o advogado de Delcídio do Amaral, Maurício Leite, disse que estava em uma reunião e que retornaria às ligações. O G1 aguardava resposta até a última atualização desta reportagem.
Depoimento de Delcídio
Antes do depoimento ser interrompido, Delcídio disse aos policiais que queria a soltura do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró por "questões humanitárias".
A GloboNews teve acesso ao depoimento dado por Delcídio à PF. O senador também falou que tinha informações de que o vice-presidente Michel Temer tinha relações próximas com o ex-diretor da Petrobras Jorge Zelada, também preso pela Lava Jato.
Na gravação telefônica, o senador fala para o filho de Cerveró e para o advogado que o vice-presidente da República, Michel Temer, havia procurado o ministro do STF Gilmar Mendes para tratar sobre Zelada. Segundo diz Delcídio na conversa por telefone, Temer estaria "preocupado" com Zelada.
O senador explicou aos policiais que citou Temer porque, segundo "informações que se tinham à época", o vice-presidente mantinha relações próximas com Zelada. Questionado sobre o que seria essa proximidade, Delcídio disse que preferia não responder.
A assessoria de imprensa de Temer, que também é presidente do PMDB, divulgou nota nesta sexta sobre a declaração de Delcídio. O texto diz que "Jorge Zelada foi levado à presidência do PMDB por estar sendo indicado para cargo na Petrobras, ocasião em que foi apresentado a Michel Temer. O presidente do PMDB não o indicou nem trabalhou pela sua manutenção no cargo".
Na nota, a assessoria diz que repudia as declarações do senador. "Portanto, o presidente do PMDB nega qualquer relação de proximidade com Jorge Zelada e repudia veementemente as declarações do senador Delcídio do Amaral", completa o texto.
Prisão
Delcídio foi preso pela PF na última quarta-feira (25). Segundo as investigações, ele estava atrapalhando as investigações da Lava Jato.
Nas gravações telefônicas que embasaram o pedido de prisão feito pela PGR, Delcídio oferece para o filho de Cerveró, além da fuga para a Espanha, uma mesada de R$ 50 mil para o ex-diretor não citar o parlamentar em delação premiada. A gravação foi feita pelo filho de Cerveró, Bernardo Cerveró.
Para a polícia, Delcídio confirmou que é a voz dele que está na gravação. Ele alegou, no entanto, ser inocente e negou que tenha oferecido mesada de R$ 50 mil mensais para que Cerveró evitasse fazer acordo de delação premiada.

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Papa Francisco critica festas natalinas de um mundo em meio à guerra: “Soam falsas”

Papa Francisco critica festas natalinas de um mundo em meio à guerra: “Soam falsas”
Uma crítica severa do papa Francisco ao espírito consumista que se apropriou das celebrações do Natal passou quase despercebida pela imprensa internacional. Durante um sermão que antecedeu sua viagem à África, o pontífice católico disse que as festas natalinas “soam falsas”.
O papa observou que o mundo escolheu “a guerra e o ódio”, e que por isso, toda a mobilização que existe na época de Natal, com decorações e reuniões familiares, não parece verdadeira.
“Estamos perto do Natal e haverá luzes, festas, árvores iluminadas, presépios […] mas é tudo falso. O mundo continua em guerra, fazendo guerras, não compreendeu o caminho da paz”, lamentou o papa, segundo informações da Rádio Vaticana.
Emocionado, Francisco fez um apelo para que as pessoas se coloquem no lugar umas das outras: “Existem hoje guerras em toda a parte e ódio […] E o que resta? Ruínas, milhares de crianças sem educação, tantos mortos inocentes […] Devemos pedir a graça de chorar por este mundo, que não reconhece o caminho para a paz. Chorar por aqueles que vivem para a guerra e ainda têm o cinismo de negar isso”, afirmou.
Segundo o papa, “Jesus chora” com a atual situação de guerras no mundo atual. Em outros discursos, Francisco já havia comparado o cenário de perseguição religiosa e o revide ocidental a uma espécie de “guerra mundial fragmentada”.
Na conclusão de seu sermão, foi enfático ao afirmar que os que preferem “riquezas” ao ser humano, e “os que fazem as guerras são malditos, delinquentes”.
Enquanto Francisco sustenta sua mensagem de paz e atenção aos pobres, o Estado Islâmico vem jurando sua morte, anunciando que a cidade de Roma é um de seus próximos alvos, e que em breve, invadirá o Vaticano para decapitar o pontífice na Praça de São Pedro, com transmissão pela internet
Pr. Tiago Chagas / via gospelmais.com.br

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Franklin Graham fala sobre terrorismo e profecias: `As coisas vão piorar´

Franklin Graham fala sobre terrorismo e profecias: `As coisas vão piorar´

Comentário do evangelista foi um tipo de resposta ao arcebispo da Igreja da Inglaterra que assumiu `duvidar da presença de Deus´ em meio a tantas tragédias

Fonte: Guia-me / com informações Christian Post
Franklin Graham fala sobre terrorismo e profecias: `As coisas vão piorar´
O evangelista Franklin Graham comentou uma notícia recente, de que o arcebispo de Canterbury, Justin Welby duvidava da presença de Deus, após os ataques terroristas de Paris e afirmou que a Bíblia adverte que "as coisas só vão piorar".
"Houve muitas vezes que eu perguntei a Deus sobre a razão disso tudo [terrorismo / perseguição]. Mas a Bíblia nos adverte claramente que, à medida que nós avançamos na presente época, as coisas vão piorar. Vai haver guerras e rumores de guerras, fomes, doença, terremotos, pestilência e isto é apenas o começo", disse Graham em uma mensagem, postada em sua página oficial do Facebook, na última segunda-feira.
Welby, que lidera a Igreja da Inglaterra, admitiu no fim de semana que o ataque terrorista na capital francesa no início de Novembro, que matou 130 pessoas, o fez duvidar da presença de Deus.
"Sábado de manhã, eu estive fora e enquanto eu caminhava, eu orava e dizia: "Deus, por que? Por que isso está acontecendo? Onde está você em tudo isso?", disse Welby no programa "Songs of Praise", da BBC.
"Ele [Deus] disse que estava 'no meio disso", disse Welby, citando o Salmo 56. "Ele guarda as nossas lágrimas em uma garrafa, nenhum de nossos sofrimentos são em vão".
Graham ressaltou, porém, que se perguntar a Deus "por que?" não é necessariamente a mesma coisa que duvidar de Deus.
Falando de sua própria experiência, Graham disse que desde que ele se tornou um cristão, ele nunca duvidou de Deus.
"E eu não duvido nem por um segundo que eu sou um pecador, que fui salvo e perdoado por Sua graça. Não por causa de quem eu sou, mas porque Jesus Cristo derramou Seu sangue há 2.000 anos numa cruz por meus pecados e Deus o ressuscitou dentre os mortos - e Ele está vivo para sempre", disse o evangelista.
"Quando eu tinha 22 anos, eu pedi a Jesus Cristo que entrasse em meu coração, e eu não duvidei dEle nem por um momento, desde aquele dia".
Os ataques em Paris, tiveram sua autoria reivindicada pelo grupo terrorista Estado Islâmico e chocaram grande parte do mundo ocidental, levando o Papa Francisco a se pronunciar e admitir que "é difícil encontrar o sentido de tal violência".
"Estou perto do povo da França, das famílias das vítimas e eu estou rezando por todos eles", disse o pontífice após os ataques. "Eu estou comovido e eu estou triste. Eu não entendo... essas coisas são difíceis de entender".
Graham, que dirige a Associação Evangelística Billy Graham, culpou o Islã pelos ataques contínuos e violências realizadas pelos militantes.
"O Islã declarou guerra contra o mundo e é chegado o momento de reconhecê-lo e responder decisivamente", disse Graham.
"Eu não sei quanto a vocês, mas eu não quero viver sob o Islã. Eu não vou dobrar os meus joelhos para ninguém, exceto Deus, o Todo-Poderoso".

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Estado Islâmico ameaça invadir o Vaticano para cumprir “profecia” de Maomé

Estado Islâmico ameaça invadir o Vaticano para cumprir “profecia” de Maomé

No momento em que se torna o alvo principal de diversos países, o Estado Islâmico reforça uma de suas principais características e ameaça invadir o Vaticano.
A promessa de perseguir e matar cristãos é antiga por parte dos terroristas do Estado Islâmico, mas agora, ganhou um novo capítulo, com a publicação de uma imagem manipulada que coloca sua bandeira no topo do obelisco presente na Praça de São Pedro, no Vaticano.
O grupo possui uma revista eletrônica, chamada Dabiq, e na edição mais recente está a reafirmação da ameaça, onde os terroristas dizem que a sede da Igreja Católica será um de seus próximos alvos, e que depois da invasão, fincarão sua bandeira no local.
Com o título “The Fail Crusade” (“a crusada fracassada”, em tradução livre do inglês), a matéria é uma referência às cruzadas promovidas pela Igreja Católica na Idade Média, em perseguição a seus opositores.
Com essa publicação, o Estado Islâmico corrobora as afirmações do escritor Robert Spencer, um pesquisador e estudioso do islamismo, que em seu novo livro, “Infidel’s Guide to ISIS” (“Guia do infiel para entender o Estado Islâmico”, em tradução livre), apresenta e explica em detalhes os planos dos extremistas.
Spencer havia dito que o grupo pretende decapitar o papa e dar início ao Armagedom em até 10 anos. Esse plano foi construído a pretexto de se fazer cumprir profecias de Maomé e promover a “batalha final” entre os muçulmanos e os “infiéis” judeus e cristãos.
Nesse meio tempo, eles vêm se dedicando a cumprir as previsões de Maomé sobre a conquista das maiores cidades do hoje extinto Império Romano. Quando Maomé deixou essa tarefa aos muçulmanos, referia-se a Roma e Constantinopla, que hoje é a cidade turca de Istambul, e já é dominada pelo islamismo. Nesse cenário, o símbolo da conquista de Roma – vista como a “capital” do cristianismo, por sua importância durante os primeiros anos da Igreja Primitiva e por ser sede, nos dias atuais, da Igreja Católica – seria a decapitação do papa em praça pública, com transmissão via internet e o hasteamento de sua bandeira.

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Cinco pastores foram presos na China por cometerem `atividades de culto´

Além da prisão, a igreja foi forçada a encerrar todas as suas atividades, e suas reuniões foram proibidas.


Cinco pastores foram presos na China por cometerem `atividades de culto´
A Igreja Cristã 71st Street, localizada na província de Henan, foi invadida por oficiais do governo durante um treinamento bíblico. Dentre os 70 líderes da igreja que estavam participando, cinco foram detidos por 15 dias pelo departamento policial de Xigong.

Os cinco pastores, identificados como Shen Jianghua, Li Jianghua, Li Jia'en, Ms Li Jiangtao e Liang Jing, foram acusados ??de "usar uma organização de culto para minar a aplicação da lei".

A igreja foi forçada a encerrar todas as suas atividades, e suas reuniões foram proibidas. O pastor da 71st Street, Li Jia'en, disse que a igreja deve continuar pagando o aluguel do prédior, mas não poderá usá-lo.

"As lojas, nas proximidades, receberam cartões de segurança pública indicando que elas devem ligar para a polícia se observarem que estamos nos encontrando na igreja", acrescentou Jia'en.

Repressão
A China tem reprimido o cristianismo como resposta ao relevante crescimento da religião no país. Cerca de 1.700 igrejas foram demolidas ou tiveram suas cruzes removidas na província de Zhejiang. 

Ativistas acreditam que Zhejiang esteja sendo usada pelo governo como um teste inicial, e temem que as medidas anti-cristãs sejam brevemente implementadas em outras províncias.

Fonte: Guia-me / com informações de Christian Today

Recorde: Jovem de 19 anos copia Bíblia à mão em oito meses

<p>Estudante usou 22 canetas, três corretivos e 2.923 folhas de papel.</p> Fornecido por Notícias ao Minuto
Estudante usou 22 canetas, três corretivos e 2.923 folhas de papel.
Lauane Destro Viana, de 19 anos, é a estudante que bateu o recorde de manuscrever mais rápidamente a Bíblia, divulgou o RankBrasil, empresa que registra recordes exclusivamente brasileiros.
O G1 conta que a jovem é de Santo André(SP) e copiou à mão o livro em oito meses, de 17 de fevereiro a 17 de outubro deste ano.
“Sou cristã evangélica e leio a a Bílbia todo ano desde que me converti. Quando preparava um cronograma para relê-la, ouvi a voz do Espírito Santo me pedindo para que daquela vez eu copiasse o livro”, disse em entrevista ao G1.
O recorde anterior era do mineiro Sidney Mendonça, que copiou a Bíblia em nove meses, em 2013.
A publicação refere ainda que Lauane usou 22 canetas, três corretivos e 2.923 folhas de papel. “Estudava o livro entre 8 e 10 horas em média, todos os dias. Só no último mês reduzi a intensidade da transcrição porque comecei a trabalhar como auxiliar administrativa", explicou.
O RankBrasil esclareceu que a jovem enviou fotografias, vídeos e declarações reconhecidas em cartório para garantir que ela mesma cumpria o desafio. Lauane irá receber um trófeu e afimrou que depois de ter manuscrito a Bílbia, compreendeu melhor seu livro favorito.
“Li com a atenção dobrada, já que também estava escrevendo. Desta vez percebi como o livro apresenta os erros que as pessoas cometem, não só os acertos. Isso é importante porque os sábios aprendem com os erros dos outros”, destaca a estudante.

Jovem é espancada pelo pai após deixar o islamismo e se converter ao Evangelho

Jovem é espancada pelo pai após deixar o islamismo e se converter ao Evangelho
A tradição muçulmana reza que, se alguém criado no islamismo se converter a outra religião, essa pessoa deve ser morta. E isso quase aconteceu com Namusisi Birye, uma jovem ugandense que decidiu entregar sua vida a Cristo.
Ela havia acabado de se converter ao Evangelho quando seu pai soube da notícia. Inconformado, ele a esperava para colocar em prática o ensinamento a que foi doutrinado ao longo de toda a vida.
Quando Namusisi chegou em casa, seu pai iniciou o espancamento, de acordo com informações do site Journal Chretien. Os vizinhos interviram na situação quando ouviram os gritos da jovem, mas seu pai insistia que ela deveria ser morta.
“Meu pai tinha uma vara de madeira, e começou a me bater quando entrei em casa. Como minha mãe estava prestes a me bater também, o presidente do Conselho Local, que estava a caminho de sua casa, em Buluba, interveio para me salvar. Em seguida, alguns vizinhos que são cristãos também vieram”, contou Namusisi.
“Nossa filha deve ser morta de acordo com o Islã, porque ela se tornou apóstata. Ela nunca mais poderá ser a nossa filha”, repetia o pai de Namusisi. Durante a longa negociação para que a vida da jovem fosse poupada, os membros da igreja precisaram demover os pais a desistirem da execução.
A alternativa, então, foi sugerir ao casal que eles deserdassem a jovem. O presidente do Conselho Local, Mutaana Paul, ofereceu abrigo à jovem, temporariamente, até que ela pudesse retomar sua rotina: “Agora ela está se recuperando, após ter sido rejeitada por seus pais. Contanto que seus pais não levantem quaisquer outras queixas, vou continuar a ajudar a menina com a esperança de que alguns bons samaritanos serão tocados para ajudá-la”, afirmou Paul.
A decisão de Namusisi por Jesus aconteceu em um evento evangelístico que também enfrentou tumulto. Radicais interromperam a celebração ao verem que um de seus líderes havia sido tocado pela mensagem e decidido aceitar a Jesus Cristo como Salvador. O novo-convertido tem paradeiro incerto, e o grupo de evangelismo teme que ele tenha sido executado pelos muçulmanos.
Por Tiago Chagas / via gospelmais.com.br

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

O futuro do cristianismo na China, o país mais populoso do mundo

Para o governo chinês, o cristianismo é motivo de distração

O futuro do cristianismo na China, o país mais populoso do mundo





Imagine que você esteja indo para a sua igreja, no domingo de manhã. É um dia ensolarado e quente, e você está ansioso para se juntar aos irmãos de sua comunidade, para orar, louvar e cultuar a Deus. No entanto, você se depara com uma pessoa estranha, quebrando a igreja com toda fúria. Os irmãos estão do lado de fora, assustados e indignados. Então você descobre que o próprio governo está envolvido nisso.

Seu desejo de fazer justiça e de tentar defender o pouco que restou daquela igreja, faz mover a multidão a protestar e então todos decidem fazer uma vigília de oração, sobre os escombros, com toda a fé que possa existir no ser humano. Mas a polícia chega e diz que é contra a lei "perturbar a ordem pública". E a sentença para os "fora da lei" é um ano de prisão. Você e todos os irmãos passam a ser um perigo para a segurança nacional. O que você sentiria se estas cenas fossem reais em sua vida?

Esta é a realidade vivida por um cristão chinês, em Wenzhou, na China, no ano de 2014. Estes episódios que você foi inspirado a imaginar, aconteceram de fato, e fazem parte da opressão e perseguição aos cristãos chineses, porque é um padrão dos procedimentos vindos do Partido Comunista da Província. As campanhas feitas pelas autoridades são vistas em todos os locais, através da imprensa e de inúmeros comunicados.

Os comunistas chineses levam muito a sério o que disse Karl Marx, o pai do comunismo, a respeito da religiosidade dos cidadãos: "a religião é o ópio das massas". E, ironicamente, o ópio é justamente uma droga muito famosa na China, usada pelos antigos para "esquecer os problemas". O que tudo isso significa para o futuro do cristianismo no país mais populoso do mundo? Para o governo chinês, o cristianismo é motivo de distração, por isso, os esforços são imensos para tentar acabar com qualquer ameaça ao poder do ditador.

Fonte: Portas Abertas Internacional

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Morre Luiz de Carvalho, pioneiro da música gospel no país


Morre Luiz de Carvalho, pioneiro da música gospel no país

São mais de 60 anos de ministério tendo em sua discografia mais de 40 discos
Morre Luiz de Carvalho, pioneiro da música gospel no país
Faleceu na madrugada desta terça-feira (17) o cantor Luiz de Carvalho, 90 anos, o percussor da música gospel no país.
A notícia foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook, o comunicado diz que ele faleceu por volta das 4h30 da manhã.
Nos últimos dias a família usava as redes sociais para dizer que o estado de saúde do cantor era grave. Ele estava internado na UTI após sofrer um AVC no final do mês de outubro.
Luiz de Carvalho tem mais 40 álbuns lançados, 2 DVDs e um livro. Sua obra chegou a ser homenageada durante o Troféu Promessas de 2012, não apenas pelo sucesso que fez, mas principalmente por ter marcado a história da música evangélica.
Nascido em 16 de 1925, natural da cidade de Bauru (SP), Carvalho começou a cantar quando criança, aos dez anos já saiu de casa para trilhar a estrada da música até que na adolescência passou a ser conhecido como “Menino de Ouro” assinando contrato com gravadoras e ganhando notoriedade.
Apenas em 1947 ele aceitou a Cristo, depois de viver uma vida de fama, dinheiro e mulheres. Ele foi evangelizado quando liderava o grupo Havaiano e aceitou a mensagem da Cruz.
Depois de convertido, Luiz de Carvalho resolveu utilizar seu talento para levar o Evangelho e assim iniciou sua trajetória ministerial que tem mais de 60 anos.
O velório do cantor está marcado para acontecer as 20h desta terça até as 9h de amanhã na Igreja Batista Paulistana. O sepultamento vai acontecer às 11h30 no Cemitério Vila Euclides em São Bernardo do Campo.
Por Leiliane Roberta Lopes / via gospelprime.com.br

Céu muçulmano é orgia eterna, ensina clérigo

Céu muçulmano é orgia eterna, ensina clérigo

Saudita diz que cada um terá virilidade de cem homens
Céu muçulmano é orgia eterna, ensina clérigo
Toda vez que atentados terroristas envolvem homens-bomba, o ocidente se questiona qual a motivação por trás desse ato extremo. Parte da mídia tem especulado que as mortes em Paris na última semana seriam uma espécie de ‘resposta’ ao comportamento xenófobo dos franceses. Há quem faça uma correlação com o longo período que países europeus colonizaram outras regiões do mundo.
São raras as vezes que o discurso politicamente correto dá vez à análise necessária de que a motivação na grande maioria dos casos não é política, mas religiosa.  O site JihadWatch [Vigiando o Islã] recentemente publicou uma análise sobre essa motivação ao martírio que se não é exaustiva, lança alguma luz sobre aqueles que não tem conhecimento dos ensinamentos do Alcorão e das tradições ensinadas pelos líderes religiosos muçulmanos.
Sim, existem casos de mulheres-bomba e até de crianças-bomba, mas esses são a exceção. Via de regra, quem se voluntaria para trocar sua vida terrena por uma recompensa no céu a título de martírio pela jihah (guerra santa), são homens.
O clérigo saudita Yahya Al-Jana explica em uma de suas preleções disponíveis na internet que todo muçulmano que chegar ao paraíso como mártir, terá o “prazer” de passar todo o tempo tendo relações sexuais com virgens.
A condição alcançada lhe daria a potência sexual equivalente a “cem homens”. Intercalando explicações com a citação de trechos do Alcorão, o céu que Al-Jana descreve parece mais com uma orgia do que com um local de descanso eterno.
“Você terá a virilidade necessária para ficar na cama com uma centena de virgens em uma única manhã”, apregoa. “O paraíso está cheio de mulheres jovens e de seios fartos”, ensina, para ressaltar que eles são “como romãs”.
Se na terra as mulheres muçulmanas não podem andar com o corpo a mostra, especialmente a cabeça, neste ‘céu’ islâmico, elas ficam nuas. A comparação de Al-Jana é que a virtude não pode ser comprometida por um fiel do Islã, caso ele prefira uma ‘prostituta descoberta’ da terra que as virgens do paraíso.
Segundo sua pregação, essas virgens que habitam o paraíso têm seus himens regenerado no dia seguinte. Ou seja, sua virgindade é restaurada para que possa ser deflorada constantemente. Ele só não explica quem são essas mulheres, que parecem ser uma criação celestial com o único propósito de dar prazer.
Essas mulheres, denominadas houris, são claramente jovens e “inocentes” (virgens) (Alcorão 55: 72-74). O bom muçulmano habitará “jardins circundados por vinhas e mulheres voluptuosas da mesma idade” (Alcorão, 78: 31-33).  O texto sagrado islâmico não diz quantas elas são, mas esse tipo de ensinamento provém das hadith, que são citações atribuídas a Maomé pelos seus discípulos.
Para aqueles que afirmam que judeus, cristãos e islâmicos servem ao mesmo Deus, é bom lembrar que o judeu Jesus ensinou sobre o além-vida: “nem se casam nem se dão em casamento, mas serão como anjos no céu” (Mateus 22:30).
Assista (em inglês):
Por Jarbas Aragão /via noticias.gospelprime.com.br

sábado, 14 de novembro de 2015

Terror em Paris: série de atentados do Estado Islâmico mata mais de 120 na capital francesa

Terror em Paris: série de atentados do Estado Islâmico mata mais de 120 na capital francesa
Uma noite de terror em Paris. Seis ataques terroristas na sexta-feira, 13 de novembro, realizados de forma coordenada em diferentes pontos da capital francesa, entre 21h20 e 22h30 (horário local), resultaram na morte, até agora, de 128 pessoas.
O maior número de mortes está concentrado na casa de shows Bataclan, onde acontecia uma apresentação de uma banda de rock e três terroristas dispararam contra o público, matando pelo menos 70 pessoas e ferindo outras dezenas.
Um vídeo publicado pelo jornal Le Monde, e reproduzido pela Globo News neste sábado, 14 de novembro, mostrou pessoas desesperadas e feridas saindo pela lateral da casa de shows ou saltando de janelas nos andares superiores.
Testemunhas dos ataques no Bataclan afirmaram à rádio France Info que os terroristas dispararam contra o público gritando “Alá Akbar” (“Alá é grande”, traduzindo para português), termo comum entre religiosos muçulmanos.
“Eu e minha mãe conseguimos fugir do Bataclan […], evitamos os disparos, havia muita gente por todas as partes no solo. Uns indivíduos chegaram, começaram a disparar na entrada. Dispararam contra a multidão gritando ‘Alá Akbar’, acho que com espingardas”, disse o jovem chamado Louis.
Em outro ponto da cidade, mais ao norte, no Stade de France, onde era realizada uma partida amistosa entre França e Alemanha, três explosões nos arredores do estádio fizeram com que o serviço de inteligência e segurança do presidente François Hollande o retirassem do local, às pressas. Durante o jogo, puderam ser ouvidas duas das explosões, realizadas por homens-bomba, porém os torcedores não foram informados sobre os acontecimentos antes do apito final, para evitar pânico.
Tiroteios em outros pontos da cidade também deixaram pessoas mortas e feridas em estado grave. Dois brasileiros que estavam no restaurante Le Petit Cambodge, no 11º distrito de Paris, que foi alvo de ataques, foram feridos. Eles jantavam quando foram atingidos por disparos. O Ministério das Relações Exteriores afirmou que ainda não teve autorização para revelar suas identidades.
O total de pessoas internadas na manhã deste sábado, correndo sério risco de morte, era de 99. O presidente da França declarou, em rede nacional, estado de emergência em toda a França, e que as fronteiras do país estavam fechadas. Hollande também anunciou que 1.500 soldados estavam a caminho de Paris para ajudar na segurança.

Estado Islâmico

A diretora do SITE Intelligence Group, dedicado ao monitoramento do terrorismo, Rita Katz, publicou em seu perfil no Twitter que há informações de que o Estado Islâmico é o mandante dos ataques em Paris, como retaliação ao envolvimento da França em bombardeios contra o núcleo do grupo na Síria.
Neste sábado, 14 de novembro, o Estado Islâmico assumiu a autoria dos atentados. Ontem, em mensagens divulgadas em seus canais, os terroristas comemoraram os ataques: “Lembrem-se, lembrem-se do dia 14 de novembro #Paris. Eles nunca vão esquecer esse dia, assim como o 11 de Setembro para os americanos”, dizia uma das mensagens.
Na outra, os extremistas islâmicos afirmavam que “a França envia suas aeronaves com bombas para a Síria diariamente e mata crianças e idosos, hoje está bebendo do próprio veneno”.
Segundo informações do G1, Katz revelou que os adeptos do Estado Islâmico estão celebrando os ataques na França e teriam feito novas ameaças, como “Esse é apenas o começo. Esperem até os istishhadis (suicidas) chegarem em seus carros”; “França: à medida que você mata você está sendo morta”; e “Nós estamos chegando, França”.
Hollande considerou que o ataque era uma “declaração de guerra”, e que esse ato será respondido de maneira equivalente, pelos países aliados.

Repúdio

A presidente brasileira, Dilma Rousseff, afirmou através de sua conta no Twitter que estava consternada com os ataques. “Consternada pela barbárie terrorista, expresso meu repúdio à violência e manifesto minha solidariedade ao povo e ao governo francês”, escreveu a presidente, que meses atrás pediu diálogo com os terroristas do Estado Islâmico, durante a Assembleia-Geral da ONU.
O primeiro-ministro britânico, David Cameron, também usou seu Twitter para divulgar uma mensagem: “Estou chocado pelos eventos em Paris nesta noite. Nossos pensamentos e orações estão com os franceses. Faremos o que for possível para ajudar”.
O presidente Barack Obama classificou a situação como “ultrajante”, e disse que os Estados Unidos farão o que for possível para ajudar a França a encontrar os responsáveis: “Faremos o que for necessário pra trabalhar com os franceses e as nações ao redor do mundo para buscar justiça […] Não quero especular no momento quem é o responsável até que sejamos informados pelas autoridades francesas que a situação está sob controle”, afirmou, considerando que o atentado foi “um ataque contra toda a humanidade”: “Aqueles que acham que podem aterrorizar o povo da França e os valores que eles representam, estão errados”, acrescentou.

Resposta

Agências internacionais relatam que os atentados em Paris são a resposta do Estado Islâmico a duas derrotas recentes: a morte do terrorista conhecido como Jihadi John em ataques realizados pelos Estados Unidos, e a explosão, quatro dias atrás, de um centro de distribuição de petróleo do Estado Islâmico na Síria, perto da cidade de Deir Ezzor.
Segundo o portal Uol, analistas consideram que “os ataques terroristas em Paris nesta sexta-feira podem ser retaliação de extremistas islâmicos”. Os bombardeios franceses na Síria foram uma importante derrota para o Estado Islâmico, que tem na venda de petróleo uma importante fonte de receita.

U2

A banda de rock U2 cancelou o show que estava marcado para este sábado em Paris e que seria transmitido ao vivo pela televisão: “Assistimos em choque aos eventos em Paris e nossos corações estão com as vítimas e suas famílias […] Oramos para que todos os nossos fãs em Paris estejam seguros”, disse a banda em comunicado.
Por Tiago Chagas / via gospelamais.com.br