quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Liderança da “Deus é amor” busca mudar imagem sobre “igreja de religiosos”

Liderança da “Deus é amor” busca mudar imagem sobre “igreja de religiosos”

Nova resolução da diretoria da “Deus é amor” promete mudar a atual credencial de membros

A vice-presidente da Igreja Pentecostal Deus é Amor, Débora Miranda, anunciou em reunião do ministério que a credencial de membros da IPDA será alterada. Atual carteirinha dos membros da igreja “Deus é Amor” é um pequeno livro que contém tabelas para controle da frequência nos cultos, marcação de dízimos, jejuns feitos e é claro o famoso RI – o conjunto de doutrinas da denominação.
Débora anunciou que a credencial não será mais um livretinho, sendo substituída apenas por um cartão que conterá a foto do membro e no verso espaços para anotações anuais dos pastores. De acordo com Débora, a partir do lançamento da nova versão da credencial, não será mais necessário carimbar a credencial quando o membro comparecer nas Santa Ceia e cultos de Doutrinas. Os novos membros do ministério também não precisarão comparecer 4 cultos da semana para entrar em comunhão, como vem sendo exigido atualmente.
Ao anunciar a nova resolução da diretoria, Débora criticou as pessoas que usavam a credencial de membros para parecerem mais fiéis. “O que adianta nós criarmos crentes religiosos. Eu vi muita gente fazer isso. Olha aqui minha credencial irmã Débora. Não falta um carimbo. Como se isso mostrasse que ela é fiel”, declarou a cantora.
Nos bastidores
As mudanças que a IPDA vem promovendo tem gerado intenso debate entre os deusamorenses. Os mais conservadores tem acusado a vice-presidente e o seu marido o Pastor Lourival de Almeida de querer minar a “doutrina”, seguida a ferro e a fogo pelo fundador da “Deus é Amor”, missionário David Miranda. Já é consenso entre alguns deusamorenses que a atual diretoria quer mesmo fazer uma reforma nas regras rígidas da IPDA.
Débora ao anunciar as mudanças evitou mencionar que o RI também vai desaparecer da credencial de membros, o que para alguns já é uma estratégia para fazer algumas mudanças. No ministério está sendo ventilada a ideia que será mais fácil promover mudanças se as normas do RI não ficarem tão aparentes. Acreditam que com o tempo alguns pontos do RI tendem a ficar mais a caráter de orientação do que de fato regra se não houver tanta publicidade entorno do RI.
Os mais liberais concordam que há muita coisa dentro do RI que já está totalmente sem sentido algum. “Não deveria ser surpresa que mais mudanças apareçam no RI. A verdade é que ele sempre mudou. Já proibiram homens usarem roupas vermelhas e depois voltaram atrás. Já proibiram a bateria, pois Deus teria revelado que era um instrumento do Diabo, depois voltaram atrás. Já proibiram óculos escuros pois consideravam vaidade, depois voltaram atrás. Até depilação eles proibiram depois voltaram atrás. Tudo isso enquanto David Miranda era vivo. O que temos que ter em mente é que o que for costume vai mudar mas o que for doutrina Bíblica, isso sim é imutável”, comentou o administrador da Rede Pentecostal, Saulo Souza da Cruz.
Outros no entanto acreditam que essa mudança nada tem haver com a religiosidade excessiva em torno da credencial ou mudanças no RI. Alguns acreditam que a decisão foi tomada por questões financeiras. “Imaginem que cada credencial tenha um custo de R$ 3,00 reais para confecção. Agora multiplique pelo número de membros que a IPDA tem. Você chega a um total de 3 milhões de reais só com papel. É claro que a IPDA também quer economizar”, comentou Cruz.
Fonte: Rede Pentecostal via Point Rhema

domingo, 27 de agosto de 2017

Últimas Palavras de Grandes Homens


Praticamente nada é mais esclarecedor do que o testemunho de moribundos. Mesmo mentirosos confessam então a verdade. Um olhar para o leito de morte revela muitas vezes mais do que todas as grandes palavras e obras em tempo de vida. No momento em que pessoas se vêem confrontadas com a morte, muitas perdem suas máscaras e tornam-se verdadeiras. Muitos tiveram que reconhecer que edificaram sobre a areia, se entregaram a uma ilusão e seguiram a uma grande mentira. Aldous Huxley escreve no prefácio do seu livro “Admirável Mundo Novo”, que se deveria avaliar todas as coisas como se estivessem sendo vistas do leito de morte. “Ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos coração sábio” (Sl 90.12), diz a Bíblia.

VOLTAIRE, o famoso zombador, teve um fim terrível. Sua enfermeira disse: “Por todo o dinheiro da Europa, não quero mais ver um incrédulo morrer!” Durante toda a noite ele gritou por perdão.

DAVID HUME, o ateu, gritou: “Estou nas chamas!” Seu desespero foi uma cena terrível.

HEINRICH HEINE, o grande zombador, arrependeu-se posteriormente. Ao final da sua vida, ele ainda escreveu a poesia: “Destruída está a velha lira, na rocha que se chama Cristo! A lira que para a má comemoração, era movimentada pelo inimigo mau. A lira que soava para a rebelião, que cantava dúvidas, zombarias e apostasias. Senhor, Senhor, eu me ajoelho, perdoa, perdoa minhas canções!”

De NAPOLEÃO escreveu seu médico particular: “O imperador morre solitário e abandonado. Sua luta de morte é terrível.”

CESARE BORGIA, um estadista: “Tomei providências para tudo no decorrer de minha vida, somente não para a morte e agora tenho que morrer completamente despreparado.”

TALLEYRAND: “Sofro os tormentos dos perdidos.”

CARLOS IX (França): “Estou perdido, reconheço-o claramente.”

MAZARINO: “Alma, que será de ti?”

HOBBES, um filósofo inglês: “Estou diante de um terrível salto nas trevas.”

SIR THOMAS SCOTT, o antigo presidente da Câmara Alta inglesa: “Até este momento, pensei que não havia nem Deus, nem inferno. Agora sei e sinto que ambos existem e estou entregue à destruição pelo justo juízo do Todo-Poderoso.”

GOETHE: “Mais luz!”

NIETZSCHE: “Se realmente existe um Deus vivo, sou o mais miserável dos homens.”

LÊNIN morreu em confusão mental. Ele pediu pelo perdão dos seus pecados a mesas e cadeiras. À nossa juventude revolucionária se assegura insistentemente e em alta voz, que isso não é verdade. Pois seria desagradável, ter que admitir que o ídolo de milhões se derrubou a si mesmo de maneira tão evidente.

SINOWYEW, o presidente da Internacional Comunista, que foi fuzilado por Stálin: “Ouve Israel, o Senhor nosso Deus é o único Deus.”

CHURCHILL: “Que tolo fui!”

YAGODA, chefe da polícia secreta russa: “Deve existir um Deus. Ele me castiga pelos meus pecados.”

YAROSLAWSKI, presidente do movimento internacional dos ateus: “Por favor, queimem todos os meus livros. Vejam o Santo! Ele já espera por mim, Ele está aqui.”

JESUS CRISTO: “Está consumado.”

Voltaire, David Hume e outros, certamente teriam rido ou zombado, se em tempo de vida se explicasse a eles, que sem Jesus Cristo estariam eternamente perdidos. Apesar disso, eles tiveram que reconhecer que isso é verdade e que a Bíblia tem razão ao dizer: “E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez e, depois disto, o juízo” (Hb 9.27). Como você morrerá? Será muito tarde também para você? Quais serão suas últimas palavras?

Prezado leitor, temos que dizer-lhe, quer queira aceitá-lo ou não: Sem Jesus e sem o perdão dos pecados através do Seu sangue, você está perdido. Diante do Deus Santo, você está absoluta, total e eternamente perdido. Se você acha que com a morte tudo acaba, pertence às pessoas mais enganadas. Existe somente um que pode salvá-lo: JESUS CRISTO. Você acha realmente, que os homens anteriormente citados representaram uma comédia piedosa quando chegou o fim? Sem ter paz com Deus, a morte é uma terrível realidade, da qual o mundo foge. Não se gostaria de ouvir nada a respeito, ela é afastada dos pensamentos. Mas será que a política da avestruz é uma solução inteligente?

Você quer saber? — Se vier com seu coração a Jesus Cristo e realmente quiser paz com Deus, você pode dizer esta oração: “Senhor Jesus, por favor, perdoa toda a minha culpa e meus pecados, minha rebelião e minha vida própria. Agradeço-te porque morreste por mim e pagaste com teu sangue o preço pelos meus pecados. Por favor, entra agora em minha vida. Abro-te a porta do meu coração e te peço que a partir de agora sejas meu Senhor. Agradeço, porque me ouves e aceitas.” O que importa não é a formulação, mas a atitude do coração.

Jesus diz: “o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora” (Jo 6.37). Unicamente Jesus tirou o poder da morte.

Você pode agora passar por cima disso, seguro de si e com um sorriso, afastando dos seus pensamentos o que acabou de ler. Mas, mesmo assim, você não poderá fugir da morte. E então? “Dá-me a conhecer, Senhor, o meu fim, e qual a soma dos meus dias, para que eu reconheça a minha fragilidade. Deste aos meus dias o comprimento de alguns palmos; à tua presença o prazo da minha vida é nada. Na verdade, todo homem, por mais firme que esteja, é pura vaidade” (Sl 39.4-5). Por isso, o profeta Amós diz: “prepara-te..., para te encontrares com o teu Deus” (Am 4.12).

Por Alexander Seibel - http://www.chamada.com.br

sábado, 29 de julho de 2017

Igrejas relatam avivamento em um dos países mais ateístas do mundo

Igrejas relatam avivamento em um dos países mais ateístas do mundo

Centenas de muçulmanos estão abandonando sua religião para abraçar a fé cristã, de acordo com relatos da igreja local.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN TODAY
Homens estão se inscrevendo nas aulas sobre a fé cristã no centro de Tainionkoski, em Imatra. (Foto: Reprodução).
Homens estão se inscrevendo nas aulas sobre a fé cristã no centro 
de Tainionkoski, em Imatra. (Foto: Reprodução)

Um dos países mais ateus do mundo está vendo uma mudança de cenário na sociedade. É que igrejas da Finlândia estão relatando um verdadeiro “dilúvio” de conversões do islã para o cristianismo. São centenas de muçulmanos, vindos do Oriente Médio que estão abraçando Jesus, de acordo com membros da comunidade evangélica local.

Os templos evangélicos luteranos começaram a estabelecer aulas bíblicas para imigrantes muçulmanos que querem se tornar cristãos. O número exato sobre os recentes convertidos não estão disponíveis, uma vez que esses registros não são divulgados. Apesar disso, há estimativas que sugerem centenas nos últimos anos dentro da Igreja Evangélica Luterana finlandesa, de acordo com a fonte de notícias Yle Uutiset.

Os relatos falam sobre conversões de pessoas do Afeganistão, Irã e Iraque. Homens estão se inscrevendo nas aulas sobre a fé cristã no centro de Tainionkoski, em Imatra, na Finlândia oriental. Os alunos aprendem sobre o Novo Testamento na língua Dari, variedade falada no Afeganistão. Um intérprete Dari também está disponível no Skype para dar suporte em inglês.

Movimento que divide
"Ainda não fui batizado, mas estou ansioso para isso e tenho certeza de que vou ser um bom cristão", disse Aliraza Hussaini, um dos convertidos. A conversão do islamismo para a fé cristã é um movimento que divide, pois essas pessoas passam a não ser aceitas por muitas famílias muçulmanas tradicionais. Alguns dizem que após a conversão, passam a ser vistos como "infiéis" pelos familiares em seus países de origem.

"Eu não entro em contato com minha família no Afeganistão há muito tempo. Se descobrirem que eu me converti, isso significaria um problema para mim", disse outro convertido, Golamir Hossaini. Muitos dos estudantes que se matriculam nas aulas bíblicas apontaram a desilusão com a fé islâmica como motivo para procurar uma nova religião e dizem que provavelmente nunca voltarão para o Afeganistão.


William e Kate não deixam os filhos terem acesso a aparelhos eletrônicos

William e Kate não deixam os filhos terem acesso a aparelhos eletrônicos


Sabe aquele momento em que só uma “Galinha pintadinha” no tablet acalma a criança? No palácio de Kensington essa atitude de pais desesperados está fora de cogitação. Fontes próximas à realeza disseram à revista “Us Weekly” que aparelhos eletrônicos como tablets e celulares são terminantemente proibidos para George e Charlotte – mesmo na hora das maiores birras.
Ainda segundo a publicação, George é apaixonado por qualquer coisa que tenha rodas, e Charlotte ama o universo das princesas, uma grande ironia que a pequena ainda não consegue perceber. Já George tem ficado cada mais ciente de que seu mundo é diferente das outras crianças.“Eles enxergam (eletrônicos) como brinquedos do papai e da mamãe, não das crianças. Como duas pessoas que nasceram sem gadgets para entretê-los, Kate e William acreditam firmemente em brinquedos, atividades ao ar livre e tudo que estimule a imaginação”, disse a fonte.
“Ele tem muita curiosidade e perguntas sobre tudo que está em volta”.
Por Wanderson Silva / Com informações: oglobo

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Morre Juan Romero, compositor de ´Cem Ovelhas´, aos 88 anos

Morre Juan Romero, compositor de ´Cem Ovelhas´, aos 88 anos

“Juan Romero foi parte da nossa equipe, nossa família”, informou CVC La Voz
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Juan Romero, autor da canção “Visión Pastoral”, reverendo, compositor e comunicador mexicano, morreu na última sexta-feira (21) aos 88 anos de idade. A causa da morte ainda não foi confirmada.
De acordo com o Efrata Music, a informação foi divulgada pela CVC La Voz, grupo de comunicação em que Juan trabalhou. “Juan Romero foi parte da nossa equipe, nossa família”.
“Graças à sua vida fomos abençoados em vários aspectos. Por essas e outras razões é que nos comove a partida de sua presença física”, finalizaram.“Com seu exemplo, ele nos guiou e ajudou. Com sua humildade, nos ensinou que toda a glória sempre deve ser dada a Deus. Através dele pudemos ver que nosso Senhor é sempre justo e misericordioso para com aqueles que o amam e são fiéis”, acrescentaram.
O Noticia Cristiana, por sua vez, utilizou-se de um depoimento do músico Danilo Montero sobre a importância de Juan, que nasceu em janeiro de 1929, para o músico costa-riquenho.
“Hoje partiu com o Senhor o cantor e compositor mexicano Juan Romero. Entre as músicas que ele escreveu, destaque para ‘Visão Pastoral’ ou ‘eram cem ovelhas’, como muitos de nós a conhecemos”, iniciou.
“Eu o conheci aos 14 anos, quando ele veio para nos dar um workshop de treinamento para futuro professores de escola dominical. Amava cantar, e assim o fez várias vezes durante a semana”.
“Mas o que tocou minha vida mais profundamente foi sua paixão por Deus e seu humor, esse humor mexicano único. Sabia que estava na frente de um exemplo do que eu queria ser: alguém que servia a Deus com sinceridade e paixão”, finalizou.
 Com informaçãoes Noticia Cristiana e CPAD News

domingo, 16 de julho de 2017

Quatro ex-presidentes presos até 2019 é o que a Lava Jato está preparando

Quatro ex-presidentes presos até 2019 é o que a Lava Jato está preparando

A Força Tarefa da operação Lava Jato está com farto material acusatório para levar para a cadeia simultaneamente 4 ex-presidentes do Brasil. Lula, Dilma, Temer e Collor podem terminar sua vida política atrás das grades.
A condenação de Lula acendeu o alerta vermelho em políticos que se achavam intocáveis. A operação Lava Jato ao condenar o maior líder político da Esquerda no Brasil demonstrou que nenhuma pessoa está acima da lei.
A condenação a nove anos e seis meses de prisão pelo juiz federal Sergio Moro, nesta quarta-feira, não mandará o petista automaticamente para a cadeia. Isso porque Moro é um juiz de primeira instância e, assim, sua decisão não basta para que a pena seja cumprida imediatamente.
Toda decisão que o “juiz da Lava Jato” toma em primeira instância é depois revisada, em segunda instância, pelos desembargadores do Tribunal Regional da 4ª Região (TRF4) João Pedro Gebran Neto, relator da operação, Leandro Paulsen e Victor Luiz dos Santos Laus, membros da 8ª Turma da Corte sediada em Porto Alegre.
O trio da segunda instância é muito mais duro que o juiz Sergio Moro. A pena de Lula provavelmente será confirmada e ampliada. Ele ficará fora das eleições de 2018 e com ele levará mais três ex-presidentes que lhe foram muito próximos durante os anos em que o petismo conduziu os rumos políticos do Brasil.
Pesa sobre Michel Temer fortíssimos indícios de corrupção passiva, organização criminosa e obstrução de justiça. Somente com as provas levantadas até agora ele pode pegar até 33 anos de cadeia.
Contra Dilma Vana Rousseff pesa mais fortemente a acusação de tentativa de obstrução da Justiça. Tal acusação fundamenta pela Policia Federal do Brasil aponta tentativa de blindar o ex-presidente Lula e barrar os processos em que ele está envolvido na Operação Lava Jato ao nomeá-lo como ministro.
Embora contra Dilma ainda existam investigações sobre o caixa dois em suas campanhas eleitorais ela é a que possui mais chances de se livrar das garras da justiça. Caso seja condenada por obstrução da Justiça, sua pena será de até 3 anos de reclusão. Como as penas inferiores a 4 anos de reclusão são substituídas por penas são substituídas por prestação de serviços a comunidade. Ela precisa de mais uma condenação para de fato se juntar ao time dos ex-presidentes presos.
O ex-presidente Fernando Collor de Melo (PTC-AL) é acusado pela Procuradoria-Geral da República de ter recebido ao menos R$ 29 milhões em propinas entre 2010 e 2014 referentes a dois contratos da BR Distribuidora, subsidiária da Petrobrás que, segundo revelaram as investigações da Lava Jato, também teria sido palco de um esquema de corrupção e loteamento de cargos políticos de maneira similar ao que ocorreu na estatal petrolífera.
Agora Collor tem um conjunto pesado de acusações de peculato e lavagem de dinheiro. Pode ser condenado a 47 anos de cadeia em regime fechado.
Como podemos notar a operação Lava Jato está passando a limpo a história do Brasil. Se os políticos não abafarem a operação teremos uma depuração dos processos políticos e um novo Brasil surgindo das cinzas.
Por Josias Oliveira / via folha brasil

quinta-feira, 29 de junho de 2017

A teologia da prosperidade idolatra um 'Deus' que ela mesma cria, diz Paul Washer

A teologia da prosperidade idolatra um 'Deus' que ela mesma cria, diz Paul Washer

Em uma de suas pregações, Paul Washer destacou que muitas pessoas acabam criando "seu próprio Deus" e o idolatram por falta de conhecimento bíblico.

  • "Mais idolatria é praticada aos domingos que em qualquer outro dia da semana. Por quê? Porque as pessoas estão adorando a Deus, mas não O conhecem". O alerta foi dado pelo pastor Paul Washerdurante uma pregação que ele ministrou na Igreja Aliança do Calvário (liderada pelo pastor Paulo Júnior), durante uma de suas vindas ao Brasil.

    Segundo Paul Washer há uma grande diferença entre idolatria e adoração e o que tem ocorrido em muitas igrejas evangélicas atualmente é a prática da idolatria, pelo fato dos cristãos não terem conhecimento bíblico sobre quem Deus realmente é.

    "Muitas pessoas não conhecem fatos bíblicos sobre Deus e na ausência do conhecimento bíblico, elas fazem de Deus a sua própria imagem e adoram o 'Deus' que eles fizeram", alertou.

    Paul Washer citou como exemplo, as igrejas que pregam a teologia da prosperidade, explicando que elas não ensinam a verdade bíblica sobre Deus.

    "É isso que acontece nas igrejas da prosperidade. Como será que Deus é para as pessoas por lá? É como uma máquina de refrigerantes: Você coloca a oração e retira a bênção? Dificilmente você vai ouvir que Deus é Santo, Soberano, que Ele é Justiça, dificilmente vai ouvir sobre Sua ira, sobre Seu ódio ao pecado. Elas estão adorando um 'Deus' que se parece mais com um Papai Noel, não o Deus das Escrituras", disse.

    O pastor alertou que até mesmo pastores estão deixando de estudar nos seminários teológicos sobre a identidade de Deus e, consequentemente, acabam não pregando sobre este assunto primordial para a mensagem do Evangelho.

    "Muitas vezes, nem mesmo os pregadores estudam quem Deus realmente é. E então as pessoas não ouvem sermões sobre quem Deus é e então não conhecem a Deus. Na ausência do conhecimento sobre Deus, nós colocamos outra coisa no lugar Dele: nossas próprias ideias", destacou.

    segunda-feira, 19 de junho de 2017

    Tiririca desabafa: O Brasil esqueceu de Deus por isso está assim

    Tiririca desabafa: O Brasil esqueceu de Deus por isso está assim


    O deputado federal Francisco Everardo, mais conhecido como Tiririca, emocionou seus fãs e eleitores em entrevista concedida no Salão Verde da Câmara dos Deputados. Ao ser abordado por repórteres que o perguntaram sobre seu famoso slogan das campanhas de 2010 e 2014, onde pedia voto dizendo que “Pior que está não fica”. Todos esperavam mais uma piada mas o que ouviram foi profundo e profético, como nenhum outro político jamais teve coragem de dizer.
    E aí Tiririca? Você também vai ser pego pela Lava Jato, heim? Vai ser delatado por propaganda enganosa. Você disse que “pior que está não fica” e ficou muito pior. O que você tem a dizer pros seus eleitores agora?Era começo de noite em Brasília, numa segunda-feira vazia como quase todas no Congresso Nacional. Segundas e sextas são dias em que tradicionalmente deputados e senadores não comparecem às sessões legislativas. Não é o caso do deputado Tiririca, que por três oportunidades já se deparou com o Câmara dos Deputados completamente vazia, sendo o único que se fez presente na sessão plenária. Nesta segunda não foi diferente, ele era um dos poucos deputados realizando trabalhos nas comissões internas do Congresso. Ao sair de uma das reuniões por volta de 19h45min um grupo de quatro repórteres de TV o abordaram em clima de brincadeira e o perguntaram:
    O deputado Francisco Everardo olhou seriamente para o repórter Altair Cardoso, e respondeu:
    _ O que eu vou dizer para meus eleitores? É isso que você quer saber? Vou dizer que o Brasil esqueceu de Deus. Por isso está assim. Deus nos disse que ninguém acende uma luz para escondê-la dentro de uma caixa, e sim para colocar a luz no alto de uma casa e assim iluminar a todos que estão ali.
    Sabe porque eu estou te dizendo isso? Acabei de sair de uma reunião onde me apresentaram um projeto que quer tirar todas os símbolos de Deus das escolas. Querem tirar a bíblia das escolas, os crucifixos e qualquer imagem que lembre da passagem de Jesus pela Terra. Estão querendo fazer isso dizendo que a Escola não deve ensinar religião. Mas isso não é ensinar religião. É apenas lembrar que temos um pai que ofereceu seu único filho pra nos salvar. Vão substituir a imagem de Jesus pela imagem do presidente. Isso é uma vergonha. Deus deve estar com muita vergonha de todos nós.
    Enquanto eu for vivo vou lutar pela honra e pela glória do Senhor. O Brasil hoje está dividido entre pessoas que vivem, matam ou se matam por causa de um partido, ou um político. Pessoas que passam horas do seu dia brigando com amigos e familiares por causa de política. Estas mesmas pessoas não conseguem encontrar um só minuto do seu dia pra conversar com Deus. Estas mesmas pessoas estão querendo tirar Deus das escolas. Já tiraram da casa delas agora querem tirar do coração das crianças. Isso é muito triste, cara. Desculpa se eu não respondi com a piada que vocês esperavam. Mas aqui sou deputado, e estou muito triste com o rumo que o Brasil tá tomando. Não adianta mudar o político que senta na cadeira do presidente se o povo continua afastado de Deus…
    Neste momento Tiririca se emociona e com lágrimas nos olhos diz:
    _ Desculpa meu amigo, eu não estou bem pra responder a vocês hoje não. Outro dia a gente se fala melhor. Cara, Deus me tirou da fome, da seca e da depressão. Eu não sei nem o que dizer quando vejo que nossos políticos estão virando as costas pra ele… Fiquem com Deus! Amanhã a gente se fala. Hoje não dá…
    Os repórteres ficaram em silêncio e também choraram. Respeitaram o desejo dele se retirar do local e tiveram uma aula prática de que nem todo político é igual.


    Por 
    Josias Oliveira / via Folha Brasil


    Nova lei no Canadá quer prender quem contestar ideologia de gênero


    Nova lei no Canadá quer prender quem contestar ideologia de gênero

    Projeto trata como “crime de ódio” qualquer objeção à agenda LGBT



    Após o Canadá aprovar uma lei controversa que permite ao governo retirar as crianças de famílias que se recusam a aceitar a opção dos filhos por determinada “identidade de gênero” ou “expressão de gênero”, o senado canadense vai mais fundo na imposição dessa agenda.
    Uma nova legislação poderá fazer com que todos aqueles que negam a ideologia de gênero sejam culpados de cometerem “crimes de ódio”. Sendo assim, esses cidadãos poderão ser multados, obrigados a passar por um treinamento antipreconceito ou mesmo serem presos.
    O projeto de lei foi aprovado recentemente pelo Senado do Canadá por 67 a 11. Após mais de um ano de tramitação, essa nova lei visa oferecer “proteção à identidade e expressão de gênero”, adicionando isso ao Código de Direitos Humanos do país, usando as mesmas punições previstas pelo direito penal.
    A medida ainda precisa ser aprovada pela Câmara dos Comuns do Parlamento – equivalente à Câmara dos Deputados no Brasil. A Ministra da Justiça Jody Wilson-Raybould defendeu o projeto em nota oficial, onde afirma: “No Canadá, celebramos a inclusão e a diversidade, pois todos os canadenses deveriam sentir-se seguros para serem eles mesmos. Os trans e as pessoas com diversas identidades de gênero devem ter o mesmo status na sociedade canadense. Este projeto faz com que esse status seja explícito”.
    Ela disse ainda que “o objetivo desta legislação é garantir que todos possam viver de acordo com sua identidade de gênero e expressar seu gênero como preferirem. Iremos proteger as pessoas contra a discriminação, discurso de ódio e crimes de ódio”.
    Ao mesmo tempo, Jordan Peterson, professor de psicologia da Universidade de Toronto, que foi ouvido por um comitê do Senado, afirmou diante dos políticos que essa proposta era uma ameaça sem precedentes à liberdade de expressão. Contudo, suas objeções não foram o suficiente.
    O senador conservador Don Plett, um dos 11 que votou contra o projeto de lei, afirmou diante do comitê do Senado que “ideólogos” estavam “usando membros desavisados ​​e, por vezes cúmplices, da comunidade dos transgêneros a impor sua agenda ideológica”.
    As novas diretrizes do Código de Direitos Humanos de Ontário “impõe” como norma o uso de pronomes sem gênero. O advogado D. Jared Brown, que também falou diante do comitê, ressaltou que “Se alguém tentar desautorizar essa teoria, poderá ser levado perante à Comissão de Direitos Humanos por ter usado os termos errados ou ser potencialmente culpado de um crime de ódio. Para resumir, nas questões de gênero, seremos todos obrigados ao discurso imposto pelo governo”.
    O grupo cristão “Campanha Pela Vida” do Canadá criticou a aprovação desse projeto de lei, classificando a proposta de “tirânica” e que serve apenas para “um tipo de engenharia social” em nome do que é “politicamente correto”.
    Por sua vez, o cientista político Jack Fonseca alegou que o argumento de “proteção aos direitos humanos” contido na lei é apenas uma máscara, que visa esconder o verdadeiro efeito desta lei. “Ela não será usada como algum tipo de proteção para defender os transexuais vulneráveis, mas se tornará uma arma contra as pessoas de fé e os canadenses que pensam livremente e se recusam a negar a verdade”, desabafou. 
    Por Jarbas Aragão / Com informações Christian Post

    domingo, 11 de junho de 2017

    Cruzada Liberta-te Itapajé

    35 vidas não resistem ao chamado e se rendem aos pés de Cristo na cruzada Liberta-te Itapajé




    O Ministério Canaã promoveu na noite de hoje (10), na avenida Osmar Bastos, em Itapajé (CE), a cruzada “Liberta-te Itapajé”. O evento contou com a presença do pastor Jecer Goes, do cantor Ozéias de Paula, de obreiros e supervisores de congregações da Assembleia de Deus Canaã e de caravanas de irmãos que se deslocaram de Fortaleza e de cidades circunvizinhas, além dos irmãos da congregação local e de outras igrejas, totalizando aproximadamente 8 mil pessoas. Desde o primeiro louvor, o Senhor já falava aos corações de vidas, como uma preparação espiritual para o que Deus ainda faria no decorrer da cruzada. Na primeira parte do evento, todos os irmãos presentes celebraram e glorificaram ao Eterno com as canções entoadas pelo Grupo de Louvor e os cantores da Sede. 

    Homenagem pelo centenário do PR. Emiliano Ferreira da Costa

    Na ocasião, foi feita uma homenagem em virtude da comemoração pelo centenário do saudoso pastor Emiliano Ferreira da Costa, que se vivo fosse, teria completado 100 anos no mês de maio deste ano. A solenidade foi conduzida pelo pesquisador do Movimento Pentecostal no Ceará, pb. Carlos Castro, que apresentou um vídeo com imagens das localidades de Itapajé onde iniciou o trabalho de evangelização e propagação do Evangelho pentecostal pela Assembleia de Deus no Ceará a partir de 1914 e uma palavra do pastor Jecer Goes, externando a sua impressão de ter visitado in loco os lugarejos onde aconteceram as primeiras manifestações dos dons espirituais no estado. 

    Depois do vídeo, o pb. Carlos Castro fez a entrega de uma placa alusiva ao centenário do pastor Emiliano Ferreira da Costa a alguns homenageados, por serem parentes de pioneiros do Evangelho na cidade ou terem sido auxiliado o ministério do pr. Emiliano Ferreira na época em que ele pastoreou a AD em Itapajé e, depois, como presidente da AD no Ceará entre 1960 a 1985. Entre os homenageados, estão o filho do pastor Emiliano Ferreira, Uzi Ferreira; o pastor Ezequias Martins Ferreira, pai do pastor Jecer Goes; e o próprio pastor Jecer Goes, que foi aplaudido por toda a plateia, como forma de reconhecimento e honra pelo que ele tem feito em prol do Evangelho no Ceará. A solenidade foi mais uma forma de reconhecimento e consideração pelo trabalho evangelístico e o pastorado do pastor Emiliano Ferreira da Costa. 

    Noite de adoração com o cantor Ozéias de Paula

    O cantor Ozéias de Paula iniciou a sua participação louvando a canção intitulada “Eu sinto no ar”, e foi acompanhado por toda a igreja que se fazia presente no evento. Mesmo de pé em plena avenida, os irmãos não perdiam a oportunidade de louvar e engrandecer ao Senhor. Na sequência, o adorador cantou as músicas “Meu Deus”, “Oh! Foi por mim”, “Olha” e “Semente”. “Foi uma emoção singular, única. Foi uma noite memorável que marcou a nossa história como cantor evangélico, e eu louvo a Deus pelo ministério que Ele tem dado ao pastor Jecer Goes, que é um ministério de uma unção poderosa que ainda há de contagiar o coração de muitas vidas. Eu estou realmente maravilhado com o que Deus tem feito e está fazendo por intermédio da Assembleia de Deus Canaã”, afirmou o cantor. 

    Pessoas foram tocadas pelo Espírito Santo e entregaram suas vidas ao Eterno

    A Palavra pregada pelo pastor Jecer Goes teve como base João 3:16, que diz: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. Ao longo da pregação de teor evangelístico, e falou sobre o amor de Deus para com o homem e a transformação que o Senhor pode fazer na vida daquele que crê e entrega a sua vida ao Eterno. Depois do sermão, 35 pessoas se dirigiram ao palco para entregar suas vidas ao Senhor, entre conversões e reconciliações, segundo o Departamento de Discipulado Canaã (DDC) da Sede, que com os seus voluntários deram assistência às vidas. A glória do Altíssimo simplesmente pairou no local do evento, onde muitos irmãos puderam sentir a graça e o agir de Deus em cada detalhe que marcou a cruzada “Liberta-te Itapajé”. 

    “Foi uma grande honra para mim, estar aqui na cidade-mãe do Pentecostalismo no Ceará, ao lado dos meus familiares, vendo meu pai e meus filhos, primos e toda a minha família”, disse o pastor Jecer Goes agradecido por ter recebido uma homenagem por ocasião do centenário do pastor Emiliano Ferreira da Costa, na presença de uma parte da sua família. “Olhando para essa multidão, eu sinto que surge o espírito do recomeço. Nós estamos no recomeço. A cruzada aqui em Itapajé foi simplesmente algo incomum, algo sobrenatural. Foi incrível a presença de Deus e o que Deus fez. É incrível que Deus nos deu uma igreja aguerrida e agressiva pelo ide. É incrível como Deus resolveu nos amar. Eu só tenho que agradecer a Deus por termos nos colocado na responsabilidade para fazer o ide de Jesus”, complementou. Nos próximos meses, a previsão é que outras cruzadas sejam realizadas com o objetivo de propagar e essência do Evangelho de Cristo e salvar vidas.

    Por Jair Melo / Redação Ministério Canaã

    sexta-feira, 2 de junho de 2017

    Caio Fabio: “Na Papuda, fui tratado como se fosse Jesus, por todos!”

    Caio Fabio: “Na Papuda, fui tratado como se fosse Jesus, por todos!”

    Líder evangélico disse que fez a diferença na cadeia



    O pastor Caio Fabio usou as redes sociais nesta terça-feira (30) para comentar os quatro dias que passou na penitenciária da Papuda, no Distrito Federal.
    Preso pela Polícia Federal no dia 24, sua detenção foi tratada como boato até que “vazou” um áudio onde ele procurava explicar a situação para as pessoas ligadas ao seu ministério. Dois dias depois, outro áudio, gravado pela sua esposa, Adriana pedia que as pessoas orassem por ele e evitassem falar no assunto, mas ressaltou que Caio Fabio estava evangelizando lá dentro.
    Solto com Habeas Corpus no sábado, o pastor postou um breve vídeo nas redes sociais onde afirmou que seus dias na penitenciária foram “de envio apostólico missionário”.  Segundo ele, tudo ocorreu para que cumprisse o que havia pregado na semana anterior, sobre os cristãos serem “cartas vivas”. Declarou que foram “dias de milagres, de graça e de maravilhas” e que teve um sinal singelo “que tudo aquilo foi apenas missão”.
    No vídeo desta terça, ele mostra imagens do momento em que foi solto e foi enfático ao declarar que houve choro dos outros detentos pela sua partida. “Eu tenho 136 pessoas de testemunha lá dentro, por que eles me trataram como se Jesus tivesse ido passar 3 noites e um dia na prisão”. O texto que acompanha o vídeo diz: “”Na Papuda, fui tratado como se fosse Jesus, por todos!”
    O pastor ressaltou ainda que foi tratado “como um anjo do Senhor por todos: os internos e a administração”. Explicou que recebeu muito “carinho e reverência” e ouviu que cerca de 90% dos que estão na papuda tem o hábito de assistir suas ministrações e programas da Vem e Vê, sua TV online.
    O líder evangélico disse que fez a diferença na Papuda, enchendo o lugar de luz e que “está  impregnado para todo lado, como a semente do Reino que vai entrando em todos os lugares”. Finalizou agradecendo a Deus “por tudo isso”.

    Entenda o caso

    O líder do Caminho da Graça responde na justiça pelo envolvimento no chamado “dossiê Cayman”, uma série de documentos falsos que vieram à tona em 1998, nas vésperas da eleição presidencial. Ele continha dados sobre uma empresa e de contas que supostamente eram controladas por Fernando Henrique Cardoso, candidato à reeleição.
    O conjunto de papéis também mostrava depósitos de US$ 368 milhões nessas contas, dinheiro arrecado por meio de propina recebida pela privatização de empresas do setor de telecomunicações.
    A participação de Caio teria sido uma intermediação, junto a Lula, o principal concorrente de Fernando Henrique. O pastor sempre negou ser culpado, dizendo ter sido envolvido por terceiros.  Acabou condenado em 2011, mas recorreu. Este ano, por falta de acompanhamento do seu advogado, acabou levado para a prisão

    Finalizou agradecendo a Deus “por tudo isso”.

    Fonte: gospelprime.com.br




    sábado, 6 de maio de 2017

    Sucessor do pastor Paul Yonggi Cho defende que volta de Jesus ocorrerá em breve

    Pastor acredita que “avivamento final” está próximo de acontecer

    O local é do tamanho de um ginásio esportivo, mas serve como local de reunião para cerca de 20 mil pessoas todos os domingos. Localizada na ilha de Yoido, região metropolitana de Seul, capital da Coréia do Sul, a Igreja do Evangelho Pleno é a maior igreja do mundo, contando com cerca de 800 mil membros, que se reúnem em células espalhadas pela região.

    A congregação pentecostal está ligada às Assembleias de Deus da Coréia, mas ficou conhecida no mundo todo por causa do seu fundador, Paul Yonggi Cho. Profícuo autor de livros, ele foi se tornando muito influente à medida que a igreja crescia. De muitas maneiras, Cho contribuiu para mudar seu país natal, historicamente budista. Atualmente um terço da sua população é cristã.

    Atualmente existem 17 megaigrejas (com mais de 2 mil membros) somente na capital. Mas nenhuma é tão famosa quanto a de Yoido. Seu fundador se converteu a Jesus ainda adolescente, na década de 1950, após a Guerra da Coréia. Ele sempre contava como sua fé cristã o salvou da desnutrição e de doenças.

    Em 1958 ele iniciou a Igreja do Evangelho Pleno. Tudo começou com cultos sob uma tenda.

    “Vinham tantas pessoas pobres, que não tinham para onde ir, nem trabalho, nem renda”, lembra o veterano pastor.

    “Comecei a oferecer a eles esperança [através da Bíblia]. A religião é inútil se não pode dar esperança “, ensina. Um período de avivamento, com curas, batismos no Espírito Santo e milagres consolidou seu trabalho e deu início a megaigreja.

    Sua pregação popularizou no país a mensagem que, além da salvação prometia recompensas divinas que incluíam a cura de doenças e a riqueza material. Este seria o “evangelho pleno” que dá nome ao seu ministério.

    Acabou se aposentando em 2014, em meio a escândalos financeiros envolvendo a acusação de ter usado 12 milhões de dólares da igreja em um “esquema” montado por Cho Hee-jun, seu filho mais velho, que envolvia venda fraudulenta de ações. Como resultado, o filho de Cho foi condenado a três anos de prisão.

    Apesar dos problemas que isso trouxe à Igreja do Evangelho Pleno, incluindo a perda de alguns milhares de membros, o sucessor de Cho, Young-hoon Lee acredita que as coisas irão mudar. “Estamos em um período de desaceleramento”, admite.

    Durante um sermão recente, o pastor Lee conduziu mais uma vez a igreja em intercessão pelo povo da Coréia do Norte. Os evangélicos acreditam que, dadas as condições dos seus vizinhos do norte, eles só poderão sobreviver se crerem em Jesus.

    Lee sabe do que está falando. Ele é da quarta geração de uma família de evangélicos. Seu avô pregava o evangelho em Pyongyang, atual capital da Coreia do Norte, antes da Guerra. Embora pouco conhecido pelo ocidente, este ano completa um século do grande avivamento que deu início ao movimento pentecostal na Coreia.

    Naquela época, Pyongyang era conhecida como a “Jerusalém da Ásia”. Hoje em dia, as igrejas estão fechadas e a pregação é proibida.

    Mas Lee não perde a esperança de ver mudanças, especialmente pois entende que o fim se aproxima. Por isso, anuncia: “Vamos ter um novo grande despertamento e avivamento na Coréia”.

    Este seria o esperado mover final, apregoado por diversos outros pregadores. “Afinal, acreditamos que Jesus está voltando em breve”, sentencia. 

    Por Jarbas Aragão / Com informações do Public Radio International

    ‘Vamos precisar deixar a Terra em 100 anos’, diz Stephen Hawking



    O físico britânico Stephen Hawking alertou que os humanos vão precisar colonizar outro planeta em até 100 anos para garantir sua sobrevivência. Segundo o cientista, o tempo da Terra está se acabando e, se for para a Humanidade sobreviver às mudanças climáticas, colisões de asteroides, epidemias e crescimento populacional desordenado será preciso deixar o planeta e aventurar-se mais longe no Universo.

    As declarações de Hawking fazem parte de um novo documentário intitulado “Expedition New Earth”, que integra nova temporada do seriado científico da BBC “Tomorrow’s World”. No programa, Hawking, seu ex-aluno Christophe Galfard e a engenheira Danielle George vão viajar pelo mundo para descobrir como os humanos poderiam viajar, e viver, no espaço.

    “Estamos no momento mais perigoso no desenvolvimento da Humanidade. Temos agora a tecnologia para destruir o planeta em que vivemos, mas ainda não desenvolvemos a capacidade de escapar dele. Talvez em cem anos tenhamos que estabelecer colônias humanas entre as estrelas, mas agora só temos um planeta e precisamos trabalhar juntos para protegê-lo”, diz Hawking no programa, segundo o jornal “Metro”.

    Em março, Hawking contou em entrevista ao programa “Good Morning Britain” que “aceitou imediatamente” o convite de Richard Branson, fundador do Grupo Virgin, para fazer uma viagem ao espaço. Na mesma entrevista ele disse que estava entusiasmado com a possibilidade de enviar nanorobôs para o espaço para investigar planetas como a Terra a trilhões de quilômetros de distância.

    publicado no O Globo

    Trump cumpre promessa e assina decreto de proteção à liberdade religiosa

    A celebração do Dia Nacional de Oração nos Estados Unidos, ocorrida na última quinta-feira, 04 de maio, foi marcada pela assinatura de um decreto do presidente Donald Trump que garante a liberdade religiosa no país.

    Essa era uma promessa de campanha do presidente, que assinou o documento no Rose Garden, em Washington (DC), na companhia de líderes religiosos de diversas crenças, incluindo cristãos, judeus e muçulmanos.

    Esse foi o primeiro Dia Nacional de Oração de Trump na Casa Branca, e seu decreto reverte as restrições de atividades políticas em templos religiosos. Essa iniciativa garante aos sacerdotes a liberdade de se pronunciarem sobre questões políticas, algo que estavam proibidos.

    De acordo com informações da emissora Christian Broadcasting Network (CBN), o texto do decreto de Trump é uma tentativa de reverter a chamada “Emenda Johnson”, uma seção do código fiscal que impõe imparcialidade política a entidades isentas de impostos, como as igrejas. Essa emenda vigora desde 1954.

    “Estamos devolvendo a voz para as igrejas. Ninguém deveria estar censurando sermões ou atacando pastores”, afirmou Trump, garantindo que não admitirá que “pessoas de fé sejam alvo de intimidação ou silenciadas”. Entre os convidados, estava o pastor Franklin Graham, um de seus principais apoiadores.

    Trump foi além e instruiu o procurador-geral Jeff Sessions a “definir novas diretrizes” para as agências do governo em relação à classificação das crenças religiosas. Apesar de soar vaga, essa determinação pode ajudar a tornar obsoleta a regra criada pelo ex-presidente Barack Obama, que previa a obrigação de cobertura ao aborto em planos de saúde.

    Fim da mordaça

    O novo decreto assinado por Trump dificulta a abertura de processos contra pessoas que se recusem a prestar serviços ou alugar espaços para cerimônias de união de pessoas do mesmo sexo. Nos últimos anos, diversos cristãos que atuam como prestadores de serviços foram processados por homossexuais ao se recusarem a, por exemplo, fazer bolos de casamento.

    Esse cenário tornou-se o centro de uma enxurrada de processos, todos com vitórias de ativistas LGBT e militantes ateus, contra cristãos, o que gerou uma espécie de “mordaça” sustentada indiretamente pelas leis vigentes.

    Os cristãos dos Estados Unidos vinham protestando, continuamente, contra a perda de seus direitos, pois sentiam que sua liberdade de crença estava sendo violada. “Não somos apenas uma nação de paz, mas também um país tolerante”, disse Trump. “Por isso, hoje adotaremos medidas para proteger a liberdade religiosa nos Estados Unidos. Com esse decreto não permitiremos a perseguição religiosa ou a intolerância”, acrescentou.

    Ao final, salientou que “liberdade não é algo dado pelo governo, é dada por Deus”.

    Por Tiago Chagas / via gospelmais.com.br

    quarta-feira, 3 de maio de 2017

    Teólogo pede que igrejas estejam prontas para lidar com o suicídio



    A série da Netflix “13 Reasons Why”, que no Brasil ganhou o título de “Os 13 Porquês” é uma das mais comentadas do ano. Tratando de uma questão delicada – suicídio – ela aborda por vários ângulos a relação (ou falta de) entre pais e filhos e a prática do bullying nas escolas.

    Apesar de ter sido criticada por muitos, por supostamente incentivar o suicídio, ela ganhou o apoio do pastor Russell Moore, que é professor de teologia e atual presidente da Comissão de Ética e Liberdade Religiosa da Convenção Batista do Sul, a maior denominação norte-americana.

    Ele está exortando os pastores de jovens e, de modo geral, os cristãos que tem filhos adolescentes que abordem em suas igrejas e lares as perguntas levantadas pela série. Apesar de não recomendar que os adolescentes cristãos assistam, pelo fato do seriado defender questões que conflitam com a Bíblia, como sexo livre e relações homossexuais, ele acredita que o assunto principal não recebe atenção das igrejas.

    “Se a série mostra alguma coisa, é que há várias razões por trás da decisão de alguém se matar”, escreveu ele em texto reproduzido pelo Gospel Herald.

    “Talvez esta controvérsia leve os amigos, os pais e os pastores de jovens a falarem sobre o suicídio, sinalizando de algum modo aos que estão pensando nisso que eles não estão sozinhos nem serão julgados se procurarem ajuda. Talvez faça com que pais ou amigos de adolescentes comecem a falar sobre como agir quando alguém começar a mostrar “razões” para o desespero, podendo compartilhar os fardos com aqueles que precisam ser apoiados”.

    Lembrou também que os cristãos não estão imunes à depressão. Moore destaca que a igreja deveria estar melhor preparada para oferecer apoio a um problema que só cresce, a depressão. “Podemos ser o tipo de igreja que fala de vida e esperança para aqueles – de dentro ou de fora dela – que veem a morte como sua única saída”, pediu.

    “Os jovens suicidas não são loucos, nem algo ‘raro’”, destacou, lembrando que “podem ser nossos irmãos e irmãs, nossos filhos e filhas que, como todos nós, têm dificuldade em ver as coisas com clareza em algum momento”.

    A série da Netflix é baseada no romance homônimo escrito por Jay Asher e publicado em 2007. A obra foi um sucesso e ficou em primeiro lugar na lista de best-sellers do New York Times, em 2011.

    Os 13 porquês conta a história de Clay (Dylan Minnette), um rapaz que sofre pela morte de Hannah Baker (Katherine Langford), colega de escola por quem estava apaixonado. Hannah cometeu suicídio, mas deixou um registro sobre as pessoas que influenciaram sua decisão.


    Aumento de suicídio no Brasil

    O assunto é uma preocupação no mundo todo. Dados divulgados este mês pela BBC mostram que, entre 1980 e 2014, a taxa de suicídio entre jovens de 15 a 29 anos aumentou 27,2% no Brasil.

    De fato, a depressão está aumentando em toda a população, inclusive entre os mais jovens. A Organização Mundial de Saúde (OMS) aponta o Brasil como o país campeão mundial do transtorno de ansiedade. Além disso, somos o quinto em número de pessoas com depressão. Aproximadamente 11,5 milhões de brasileiros sofrem com isso regularmente.

    O assunto está em “alta”. As buscas pela palavra “suicídio” no Google Brasil aumentaram 100% na terceira semana de abril, em comparação com o mesmo período de 2015. Também foi registrado um aumento repentino na procura por expressões como “suicídio indolor” e “suicídio rápido”.

    Nos últimos meses, além do lançamento no país da série 13 Reasons Why, abril também marcou notícias sobre suicídios consumados e tentados que teriam relação com o jogo virtual chamado Baleia Azul, o qual estaria induzindo adolescentes a automutilações e ao suicídio.

    Houve casos registrados em diferentes Estados do país, como Paraná, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Paraíba.


    Via: Gospel Prime